sábado, 12 de maio de 2012

Bico-de-lacre


O bico-de-lacre é uma ave passeriforme da família Estrildidae. É uma espécie exótica, proveniente da região sul da África. Introduzido no Brasil através de navios negreiros no reinado de D. Pedro I. Reintroduzido no interior de São Paulo na segunda metade do século XIX. Deve ter sido levada para os outros estados pelo homem, pois, devido à sua capacidade de voo reduzida, sua distribuição é menos espontânea que o pardal.
Mede cerca de 10 cm de comprimento e pesa 7,5 g.
O distintivo morfológico mais proeminente são as protuberâncias branco-resplandecentes na base da maxila e da mandíbula dos filhotes, que refletem a luz, aparecendo como fosforescentes no interior escuro do ninho, orientando os pais para a alimentação. Essas protuberâncias secam depois que os filhotes deixam o ninho, mas permanecem no desenho da boca.
Sexos parecidos, crisso e coberteiras inferiores da cauda negros no macho e pardo escuro nas fêmeas. Imaturo de bico negro, quase sem a ondulação e o vermelho intenso da plumagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário